Road Redemption – Uma tentativa de Road Rash

Por

13 de nov de 2018 ás 11h00

nota

5

/ 10

Para resumir, Road Redemption tecnicamente não é impressionante. É muito tosco, em mais de uma maneira, e não está fazendo nada realmente inovador. No entanto, sabe exatamente o que é e para quem serve. Esta autoconsciência não redime os aspectos mais fracos do jogo, mas é provável que você não se importe quando estiver batendo nos seus oponentes na cabeça com canos de chumbo e saltando sobre rampas gigantes.

Esta é uma tentativa de uma versão moderna do clássico Road Rash, jogo de arcade dos tempos da Mega Drive que trazia o player correndo em uma motocicleta, lutando extremamente sujo para ficar em primeiro lugar. Road Redemption tem a mesma proposta. Cada vez que você joga, as faixas durante a campanha serão ligeiramente diferentes e oferecerão vários objetivos. Algumas são corridas seguidas, enquanto outras pedem para você derrubar um número definido de inimigos ou chegar à linha de chegada antes que o cronômetro pare. Se a sua saúde chegar a zero, a campanha acabou e você terá que começar de novo.

É agradável. Entre os eventos, você pode gastar todo o dinheiro que ganhar em buffs temporários para sua saúde, armadura, armamento e assim por diante, enquanto o XP permitirá que você compre upgrades permanentes. Curiosamente, você também pode jogá-lo em até quatro jogadores em tela dividida.

Alternativamente, você pode competir em eventos de jogo rápido – corridas regulares onde você ganha troféus de bronze, prata ou ouro para desbloquear outras mais desafiadoras. Esta é uma boa maneira de ver tudo o que o jogo tem para oferecer. O jogo on-line também está incluído e tem seu próprio caminho de progressão com base no nível que você ganha e com mais armas para usar, novos pilotos para jogar e muito mais. A performance aqui se mantém surpreendentemente bem, mas parece haver uma falta de jogadores online. As corridas começarão desde que haja pelo menos uma pessoa por equipe, então você não deve ter problemas para começar um jogo, mas ainda não experimentamos uma partida online completa com 10 jogadores. Também não parece haver maneira de brincar com seus amigos online, o que é uma pena.

O manuseio e os controles são muito bem feitos e respondem bem. Você precisará fazer uso de seu freio para fazer curvas mais apertadas, mas as motos são geralmente muito ágeis.

O combate é onde as coisas começam a ficar interessantes. Na versão para Playstation, por exemplo, quadrado desencadeia um ataque à sua esquerda, enquanto você pressiona o triângulo para atacar à sua direita. Circulo vai dar um chute que mandará outras motos para fora, e o d-pad é usado para trocar de arma. Você pode desviar ataques com X e pegar um oponente com R1. Se isso soa como um ato de malabarismo, é mesmo, mas depois de um tempo, de alguma forma, tudo se encaixa.

Armas geralmente são divididas em certas categorias, como corpo a corpo, espada, armas de fogo e explosivos. As armas são, como seria de esperar, altamente eficazes, mas muito difíceis de manejar, enquanto espadas e clavas têm suas próprias forças e fraquezas. Não é nada complicado, mas há um pouco de profundidade a ser descoberto aqui.

Do ponto de vista da apresentação, o jogo não impressiona. Os ambientes são insossos, os personagens e os veículos são pouco imaginativos, e o design do som deixa muito a desejar. Ele geralmente fica com 60 quadros por segundo, mas também está repleto de falhas. Apesar de tudo isso, há um ar de início dos anos 2000 em Road Redemption que é de alguma forma bastante cativante.

Conclusão

Road Redemption parece em jogo de PS2, para melhor e para pior. A violência em alta velocidade é divertida de se jogar. Visualmente, é bem ruim, os controles levam algum tempo para se acostumar, e há problemas de desempenho inegáveis. Este é um jogo de briga em estradas profundamente fracassado, mas surpreendentemente agradável. Mas não espere muito do jogo, senão pode se decepcionar.

Pixel Dash Studios, Road Redemption, Tripwire Interactive,