My Memory of Us – Ótimo game, boa diversão!

Por

05 de nov de 2018 ás 11h00

nota

8

/ 10

Há um gênero recém-popular que gostamos de chamar de 2D Puzzle Stealth Platformers, este é um deles e traz a história sobre como viver em tempos difíceis – pense em jogos como Black The Fall ou Valiant Hearts – My Memory of Us mostra um garoto e uma garota tentando sobreviver a uma invasão do Rei Robô , que é uma alegoria para a invasão nazista da Polônia, onde começou a Segunda Guerra Mundial. Apesar de algumas frustrações no jogo aqui e ali, é uma experiência profunda e agradável.

Estilisticamente, My Memory of Us é fantástico. A narração de Sir Patrick Stewart durante as cenas é excepcional, mas o estilo visual do jogo realmente se destaca. Usando um estilo de arte preto e branco na maior parte das vezes com toques de vermelho, num estilo quase noir, misturado com uma animação no estilo da década de 1930, o jogo traz visuais impactantes e bem trabalhados. A música também é excelente, especialmente nos momentos mais emocionantes, onde, certamente, ajuda a dar o peso necessário e confere o correto clima à cena.

A jogabilidade é baseada em uma mistura de quebra-cabeças e furtividade, tudo sustentado pela relação entre o garoto e a garota. Você pode alternar entre os dois a qualquer momento, enquanto um botão em específico faz com que eles deem as mãos, permitindo que eles corram juntos. Enquanto o garoto pode se esgueirar e usar um espelho para cegar os inimigos, a garota pode correr, pular vãos e usar um estilingue. É acessível, e dá a oportunidade para alguns quebra-cabeças bastante inteligentes.

Enquanto as coisas começam relativamente simples nas fases iniciais do jogo, a jogabilidade torna-se muito mais discreta à medida que a invasão do Rei dos Robôs progride. A maior parte do tempo você vai se esconder nas sombras, esperando que as sentinelas dos robôs passem, mas o jogo nunca fica parado. A constante ameaça cria uma tensão também constante, fazendo com que os momentos mais calmos de My Memory of Us sejam mais significativos.

Os quebra-cabeças ficam muito mais inteligentes à medida que o jogo avança. Às vezes, os quebra-cabeças baseados em encontrar o código certo para um teclado podem parecer velhos e nada originais, mas a Juggler Games de um jeito de manter as coisas interessantes. Sem diálogo ou texto, muitos dos quebra-cabeças são baseados em simplesmente tentar entender o mundo do jogo – algo que é bastante satisfatório.

Ocasionalmente, há momentos em que as coisas ficam um pouco desagradáveis ​​- a luta final, por exemplo, entra em um território bastante ridículo – mas, na maior parte, My Memory of Us consegue um bom equilíbrio entre contar um conto histórico e ter uma jogabilidade envolvente.

Pode-se argumentar que esses momentos mais sci-fi do jogo desviam o impacto emocional, mas o impacto continua ali, ainda bastante eficaz. Usar robôs frios, sem emoção e às vezes animalescos para ilustrar os nazistas faz sentido, porque é assim que as vítimas os viam. Eles certamente agiram nesse sentido, para ganhar tal fama.

Além de contar o trágico conto da Polônia através da história, My Memory of Us também usa um sistema colecionável que libera informações históricas sobre a invasão. Coletar fotos espalhadas pelo jogo permite que você leia sobre importantes figuras polonesas ou eventos que aconteceram durante a ocupação, e é ótimo ver os desenvolvedores incentivando o público a aprender sobre a história.

No final, My Memory of Us deixa algumas marcas. Há uma jogabilidade envolvente, uma história fantástica e uma ótima direção de arte. Além disso, o preço é ótimo. Mais importante, no entanto, ele conta uma parte da história de uma forma atraente e emocional, não se afastando de seus momentos mais sombrios.

Conclusão

My Memory of Us é uma emocionante viagem através de um período sombrio da história da humanidade. A sua história agridoce mistura-se bem com a sua tensa jogabilidade baseada em furtividade, enquanto quebra-cabeças engenhosos unem as coisas. Podemos dizer que para um jogo sobre memórias, esta foi uma experiência bem marcante, não esqueceremos nosso tempo com o projeto da Juggler Games por um bom tempo.

Black The Fall, IMGN.PRO, Juggler Games, My Memory of Us, Nintendo Switch, Playstation 4, Sir Patrick Stewart, Valiant Hearts, Xbox One,