• Ínicio
  • >
  • Games
  • >
  • Reviews
  • >
  • Marvel’s Spider-Man: The Heist – Com grandes poderes vêm grandes… repetições

Marvel’s Spider-Man: The Heist – Com grandes poderes vêm grandes… repetições

Por

31 de out de 2018 ás 11h00

nota

6

/ 10

Os editores são bastante avessos ao risco quando se trata de uma nova versão importante – e por boas razões. Os videogames são caros, os jogos são caros, e eles não querem nada atrapalhando o retorno da alta soma de dinheiro que investiram para fazer o jogo.

Mas certamente a DLC te dá a chance de rasgar o livro de regras e tentar mexer com a fórmula. É muito mais barato fazer o conteúdo adicional, então há uma chance de tentar algo novo. Talvez você teste uma nova ideia para uma sequência em potencial ou dê aos jogadores uma experiência totalmente nova.

O último desses dois é particularmente vital para um jogo como o Homem-Aranha, já que já está repleto de conteúdo e é muito repetitivo por natureza. Certamente não queremos mais do que já tivemos no game principal, queremos novidade, queremos ousadia, audácia, encher nossos olhos com belas cenas, animações e batalhas e quebrar nossas cabeças com puzzles engenhosos.

Bem, é exatamente isso que a Insomniac acabou não apresentando com o The Heist, o primeiro de uma trilogia planejada de DLCs que apresenta novas histórias, vilões e coisas para fazer. Nada é novo.

A história começa com a Black Cat trazendo dor de cabeças ao Homem-Aranha, mais uma vez, e este perseguindo-a para tentar manter a situação sob controle. É suficiente dizer que isso leva a um monte de novas missões de história que funcionam exatamente como as missões da história no jogo base.

Há muita coisa acontecendo, mais um vez estaremos perseguindo e buscando coisas, lutando contra vilões, realizando seções furtivas e tentando desarmar bombas antes que o tempo acabe. O combate é a única coisa que parece remotamente nova, e isso se deve à introdução de um novo tipo de inimigo, que porta um minigun.

No entanto, esses caras parecem bem chatos, pois bloqueiam seus golpes com seus miniguns, não são suscetíveis a nenhum dos seus dispositivos e causam danos insanos a cada ataque. Não ajuda que a minigun tenha um alcance insano e seja realmente difícil de se esquivar.

Há apenas dois métodos para lidar com eles: preencha duas barras de foco e os derrube instantaneamente, ou espere até que a arma deles superaqueça, dando-lhe um precioso segundo ou dois para acertar alguns golpes. Parece um design preguiçoso – como os desenvolvedores não conseguiram pensar em uma idéia melhor, então aumentaram o dano e a vida de um inimigo comum.

Um monte de novas missões criminosas surgem em certas regiões da cidade e estas são, novamente, exatamente as mesmas de antes. Screwball, a louca YouTuber perseguidora de fãs foi libertada da prisão, e ela tem um monte de desafios para você completar. Mais uma vez, não há nada de novo aqui.

Os desafios surgem em três formas: lutar contra os malfeitores, usar dispositivos para combater bandidos e dar a volta na cidade destruindo coisas. Tenha bom desempenho e você ganhará pontos, com o único recurso novo sendo a capacidade de tirar fotos em determinados momentos para mais pontos.

Ah, e claro que há uma coisa nova para colecionar! Desta vez, são peças de arte, e você ganha com isso um pouco mais da história de fundo da Black Cat ao pegar todos. Há apenas 10 deles, então não demorará muito, mas será que precisamos de mais coisas para coletar?

Completando o DLC estão três novos trajes, que você desbloqueia comprando o DLC, completando a história e fazendo 100%, respectivamente. Nenhum dos trajes é tão especial a ponto de aconselharmos que você compre a DLC apenas por conta deles.

De fato, toda a experiência é bem difícil de recomendar. É apenas mais do mesmo em um jogo que você provavelmente já se cansou de jogar se tiver terminado o jogo principal. É misericordiosamente curto, porém o conteúdo extra da história é muito bem-vindo.

Se você quer apenas mais do universo Homem-Aranha, compre este conteúdo apenas por conta da história. Só não espere nada de novo, porque não há nada mesmo. Espero que isso não seja um sinal do que está por vir nos futuros DLCs do Homem-Aranha.

Conclusão

O DLC The Heist é mais do mesmo. Todo o conteúdo parece reciclado do jogo principal que você provavelmente já jogou exaustivamente. Não ajuda que as poucas novidades – roupas e um tipo de inimigo – pareçam preguiçosos e sem inspiração. A única razão para pegar este DLC é para mais da história, que está tão bem feita como sempre, se um pouco curta, não levando mais de 3 horas para se terminar. Vale mais a pena esperar uma promoção da PSN para comprar este conteúdo.

Exclusivo Playstation 4, Insomniac Games, MARVEL'S SPIDER MAN, Marvel's Spider-Man: The Heist, Playstation 4, Playstation 4 Pro, PS4, PS4 Pro, SCE, Sony Computer Entertainment, Spider-Man,